Publicidade
Publicidade

Aumento do FPM é boa notícia para os municípios

FPM é depositado nas contas dos municípios com aumento

 

Prefeituras com dinheiro

As prefeituras a partir de hoje estarão com suas contas positivas graças aos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) teve um aumento de 26,6%, em relação ao mesmo período do ano passado. Entretanto os prefeitos continuam reclamando da queda ocorrida nos meses de marços e abril. Essa recuperação em maio se deve segundo informações da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), as arrecadações líquidas de Imposto de Renda e da multa resultantes do Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária (RERCT), decorrente da Lei 13.254/2016, foram de, respectivamente, R$ 73.782,83 e R$ 99.421,43. Dessa forma, esses valores já estão incluídos no repasse aos Municípios do 2º decêndio de maio. A Confederação destaca que, como o prazo para a repatriação de recursos é até o mês de julho, a maior parte dos recursos arrecadados devem ser repassados aos Municípios no mês de agosto. Apesar do aumento, a entidade reitera a necessidade de os gestores terem cautela em relação aos valores repassados. Na avaliação dos técnicos da CNM a situação deverá melhorar sensivelmente com a repatriação e com o 0,5% do FPM extra. Serão depositados hoje nas contas das prefeituras cerca de R$ 591 milhões, que os prefeitos poderão dispor para proceder ao pagamento dos compromissos com pessoal e fornecedores. 

 

Desafiou o governo

O deputado estadual e candidato a prefeito derrotado em Arapiraca, Tarcizo Freire (PP) desafiou o governador Renan Filho (PMDB) e seus colegas na Assembléia Legislativa na última quarta-feira (17) quando perguntou para que servia o parlamento estadual, já que nenhum projeto aprovado pela Casa, principalmente os deles, não são sancionados pelo governador. Freire não se intitula como de oposição na Assembléia, mas age como tal.

Senado 2018

A disputa pelas duas vagas para o Senado Federal em 2018 poderá uma relação extensa de candidatos, além dos nomes que já estão postos como Marx Beltrão (PMDB), Renan Calheiros (PMDB), Teotônio Vilela Filho (PSDB), Rui Palmeira (PSDB) e agora a ex-prefeita Célia Rocha (PSL). Nomes de peso que com serviços prestados a Alagoas. A eleição para o Senador tem o mesmo ritmo para o governador e envolver coração e muita mídia.

Deputado

A disputa para deputado estadual em 2018 também será a mais acirrada dos últimos dez anos. Principalmente porque muitos ex-prefeitos estão na relação dos pré-candidatos e com muito “gás” para correr atrás do eleitor. Alguns estão na disputa porque são políticos que foram mordidos pela mosca verde e outros que precisam da blindagem da imunidade parlamentar.

Relação

Na relação dos ex-prefeitos possíveis candidatos a deputado, além dos que já estão no exercício do mandato estão: Jorge Dantas (PSDB), Cícero Cavalcante (PMDB), Marcos Madeira (PMDB), Manoel Tenório (PSDB), Bruno Loureiro (PMDB), Alexandre Toledo (PSDB), Lula Cabeleira (PMDB) e Marcelo Beltrão (PMDB).

Porto Calvo

Um dos colégios eleitorais mais cobiçados no Litoral Norte é Porto Calvo. O assédio aos eleitores por parte dos pré-candidatos é grande devido à falta de identificação política do eleitorado com um nome com raízes no município. Os candidatos buscam o apoio do prefeito e vereadores que a principio sabem onde buscar os votos, mas o perfil do eleitorado protocalvense é muito volátil, ou seja, não cumpre o “acertado”.

Arapiraca

Todos querem saber o destino político do vice-governador e ex-prefeito Luciano Barbosa (PMDB) já que, segundo fontes palacianas, não será mais o vice na chapa de reeleição com Renan Filho (PMDB), principalmente depois da derrota sofrida para Rogério Teófilo (PSDB). Barbosa também não conta mais com o braço amigo da ex-prefeita Célia Rocha (PSL). O único apontado para ele seria a Câmara Federal, mas o imprensado é grande. Vamos aguardar.

Água Branca

Em nota enviada a nossa coluna o secretário municipal de saúde de Água Branca, Rafael Campos informa: “ que em nenhum momento o Prefeito Zé Carlos pediu a entrega do cargo assim como nunca ameacei ir a oposição. Minha nomeação como secretário não houve imposições nem condições, estou pra somar e colaborar para virar a página e enterrar o passado de perseguição e atraso. O nosso trabalho incomoda aqueles acostumados com a velha política, por isso querem "fritar" quem eles acham um "potencial adversário" no futuro.

Água Branca 2

Outra nota do secretário sobre a denuncia de prática de nepotismo: “Até o momento não recebemos notificação sobre o caso, tomamos conhecimento através da imprensa, porém esclarecemos: As indicações e nomeações realizadas foram feitas pelo Prefeito, não por mim (secretário municipal de saúde), o critério utilizado foi "qualificação técnica". Observa-se, por parte do denunciante, o vereador Cargilson Lacerda, que é conhecido na cidade como vereador "fole de sanfona", ora está de um lado, ora está de outro, que a intenção real é macular a imagem do Secretário, que por hora é considerado seu maior adversário político!

 

 

Prefeituras com dinheiro

As prefeituras a partir de hoje estarão com suas contas positivas graças aos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) teve um aumento de 26,6%, em relação ao mesmo período do ano passado. Entretanto os prefeitos continuam reclamando da queda ocorrida nos meses de marços e abril. Essa recuperação em maio se deve segundo informações da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), as arrecadações líquidas de Imposto de Renda e da multa resultantes do Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária (RERCT), decorrente da Lei 13.254/2016, foram de, respectivamente, R$ 73.782,83 e R$ 99.421,43. Dessa forma, esses valores já estão incluídos no repasse aos Municípios do 2º decêndio de maio. A Confederação destaca que, como o prazo para a repatriação de recursos é até o mês de julho, a maior parte dos recursos arrecadados devem ser repassados aos Municípios no mês de agosto. Apesar do aumento, a entidade reitera a necessidade de os gestores terem cautela em relação aos valores repassados. Na avaliação dos técnicos da CNM a situação deverá melhorar sensivelmente com a repatriação e com o 0,5% do FPM extra. Serão depositados hoje nas contas das prefeituras cerca de R$ 591 milhões, que os prefeitos poderão dispor para proceder ao pagamento dos compromissos com pessoal e fornecedores. 

 

Desafiou o governo

O deputado estadual e candidato a prefeito derrotado em Arapiraca, Tarcizo Freire (PP) desafiou o governador Renan Filho (PMDB) e seus colegas na Assembléia Legislativa na última quarta-feira (17) quando perguntou para que servia o parlamento estadual, já que nenhum projeto aprovado pela Casa, principalmente os deles, não são sancionados pelo governador. Freire não se intitula como de oposição na Assembléia, mas age como tal.

Senado 2018

A disputa pelas duas vagas para o Senado Federal em 2018 poderá uma relação extensa de candidatos, além dos nomes que já estão postos como Marx Beltrão (PMDB), Renan Calheiros (PMDB), Teotônio Vilela Filho (PSDB), Rui Palmeira (PSDB) e agora a ex-prefeita Célia Rocha (PSL). Nomes de peso que com serviços prestados a Alagoas. A eleição para o Senador tem o mesmo ritmo para o governador e envolver coração e muita mídia.

Deputado

A disputa para deputado estadual em 2018 também será a mais acirrada dos últimos dez anos. Principalmente porque muitos ex-prefeitos estão na relação dos pré-candidatos e com muito “gás” para correr atrás do eleitor. Alguns estão na disputa porque são políticos que foram mordidos pela mosca verde e outros que precisam da blindagem da imunidade parlamentar.

Relação

Na relação dos ex-prefeitos possíveis candidatos a deputado, além dos que já estão no exercício do mandato estão: Jorge Dantas (PSDB), Cícero Cavalcante (PMDB), Marcos Madeira (PMDB), Manoel Tenório (PSDB), Bruno Loureiro (PMDB), Alexandre Toledo (PSDB), Lula Cabeleira (PMDB) e Marcelo Beltrão (PMDB).

Porto Calvo

Um dos colégios eleitorais mais cobiçados no Litoral Norte é Porto Calvo. O assédio aos eleitores por parte dos pré-candidatos é grande devido à falta de identificação política do eleitorado com um nome com raízes no município. Os candidatos buscam o apoio do prefeito e vereadores que a principio sabem onde buscar os votos, mas o perfil do eleitorado protocalvense é muito volátil, ou seja, não cumpre o “acertado”.

Arapiraca

Todos querem saber o destino político do vice-governador e ex-prefeito Luciano Barbosa (PMDB) já que, segundo fontes palacianas, não será mais o vice na chapa de reeleição com Renan Filho (PMDB), principalmente depois da derrota sofrida para Rogério Teófilo (PSDB). Barbosa também não conta mais com o braço amigo da ex-prefeita Célia Rocha (PSL). O único apontado para ele seria a Câmara Federal, mas o imprensado é grande. Vamos aguardar.

Água Branca

Em nota enviada a nossa coluna o secretário municipal de saúde de Água Branca, Rafael Campos informa: “ que em nenhum momento o Prefeito Zé Carlos pediu a entrega do cargo assim como nunca ameacei ir a oposição. Minha nomeação como secretário não houve imposições nem condições, estou pra somar e colaborar para virar a página e enterrar o passado de perseguição e atraso. O nosso trabalho incomoda aqueles acostumados com a velha política, por isso querem "fritar" quem eles acham um "potencial adversário" no futuro.

Água Branca 2

Outra nota do secretário sobre a denuncia de prática de nepotismo: “Até o momento não recebemos notificação sobre o caso, tomamos conhecimento através da imprensa, porém esclarecemos: As indicações e nomeações realizadas foram feitas pelo Prefeito, não por mim (secretário municipal de saúde), o critério utilizado foi "qualificação técnica". Observa-se, por parte do denunciante, o vereador Cargilson Lacerda, que é conhecido na cidade como vereador "fole de sanfona", ora está de um lado, ora está de outro, que a intenção real é macular a imagem do Secretário, que por hora é considerado seu maior adversário político!

 

 

Compartilhar

Comentários